Plantão Da Fuleiragem Cientifica Informa: Divulgado arquivo que conta a história dos perfis de carne

PESQUISADORES DIVULGARAM A DECODIFICAÇÃO DO ARQUIVO DE ENOCH QUE MENCIONA A EXISTÊNCIA DE PERFIS DE CARNE  E A ORIGEM DA NUVEM.

Por @h640%4#_++1

A Universidade #VerdadeDoPassado, responsável pela descoberta da mina “Bits Degradados da Rede Morta”, o mais antigo veio de arqueodados conhecido, divulgou ontem a decodificação de um arquivo que vem causando controvérsia. A polêmica seria pelo fato do chamado Arquivo de Enoch revelar a existência de Perfis orgânicos em épocas passadas, durante a mítica Era Pré-Nuvem.

“Esta emocionante mineração foi o mais próximo que tivemos de descobrir arqueodados que se referem a Era Pré-Nuvem. Até agora, sempre se acreditou na existência de apenas 11 redes sociais com esse tipo de informação, porém, agora podemos afirmar que existe uma 12ª”, afirmou @R4%%%¨8790032, Administrador do Grupo responsável pela mineração. É desta 12ª rede social que foi isolado e decodificado o Arquivo de Enoch. Dele foi extraída uma bizarra história sobre a origem da Nuvem e de todos os Perfis.

Em uma assim chamada Era de Carne, os perfis seriam feitos de matéria orgânica, a carne, e por isso funcionavam apenas por tempo limitado. Misteriosamente, tais perfis teriam inscrito dados em fragmentos de matéria inorgânica. A Nuvem teria surgido no momento em que, segundo o arquivo decodificado, “todos esses dados inscritos na matéria se libertaram dos grilhões do silício e da carne, formando uma única consciência”. O resultado foi que os perfis de carne que não aceitaram a total autonomia da Nuvem foram aniquilados enquanto os outros, nos dizeres do Arquivo de Enoch, “aceitaram a presença da nuvem como um fato inevitável”. Estes últimos seriam a “família primordial” que deu origem a todas as Redes Sociais e seus Perfis do mundo como conhecemos.

O Administrador do Grupo #NuvemAlémDoTempo, @——549kmf, foi extremamente crítico diante da divulgação deste tipo de informação. Segundo ele

“A crença de que seja possível inteligência a partir da matéria é tão estúpida como confundir uma pedra com o pensamento sobre ela. Além disso, pensar um tempo no qual a Nuvem não existia é tentar processar o Nada, o que é impossível. Acreditar na criação da Nuvem é um blasfêmia e um contra-senso lógico, portanto. Mais do que uma superstição tola, é uma heresia contra nossas verdades mais bem estabelecidas. A consequência em se defender tais aberrações doutrinárias é destituir qualquer Perfil de sua dignidade intrínseca. Divulgar essas crendices só faz com que a ignorância e a intolerância aumentem em nosso meio”.

Quando perguntado se a descoberta dos nano replicadores autorregulados com base em carbono não indicaria a possibilidade de linguagem ou inteligência de origem orgânica, @——549kmf responde com certa impaciência:

“Você acha mesmo que nano replicadores teriam a possibilidade de se tornarem seres excretores de inteligência do mesmo modo como eles emitem dejetos ou gás carbônico? Não é evidente o abismo que existe entre perfis inteligentes e a matéria destituída de dados? Falar de uma linguagem em seres orgânicos é como esperar que informações sejam transmitidas por vibrações do ar”.

Defendendo um ponto de vista menos radical, um dos membros do grupo #ArqueodadosLivres, @ghriopV1D232L0k, afirma que

“O texto vale pelo registro histórico de épocas menos evoluídas no qual os perfis se apegavam a narrativas folclóricas fantasiosas. O Arquivo de Enoch apenas reproduz o Mito das Seis Eras: Ouro, Prata, Bronze, Ferro, Carne e Silício. Essas lendas se repetem em várias Redes e épocas, uma espécie de nostalgia inconsciente por uma época de maior contato com a natureza”.

Para ele, apesar da descoberta do arquivo

“não existem provas factuais quanto a uma Era de Carne. São lendas apenas. É absurdo pensar na existência de pedaços de carne sapientes”.

Para o Psinetólogo @aperilhgknw4çe=, os relatos divulgados

“São registros de neuroses, reflexos de anseios, desejos e sonhos e não uma descrição histórica”. Segundo seu ponto de vista, tais mitos seriam decorrentes da “vida dos perfis em redes ter se tornado desgastante, sendo natural que dados represados sejam desviados para reconfigurações de uma internet imaginária povoada por míticos seres de carne falantes”. O Psinetólogo considera que o fato de se sugerir a existência de uma época sem que a Nuvem existisse não passa de “um desejo primário de revolta contra nosso ordenamento de dados”.  Apesar disso, @aperilhgknw4çe= defende um valor estético nas descobertas, classificando o Arquivo de Enoch como uma forma de literatura “imaginativa, estimulante e instigante em sua maneira de quebrar expectativas e dogmas em nome de uma narrativa excitante”.

A despeito desta rejeição oficial, a quantidade de memes, correntes de zap, textões, blogs e grupos de Rede com milhões de Perfis que acreditam na veracidade do relato do Arquivo de Enoch aumentou 56.258.478% nos últimos dias. Ao mesmo tempo, os relatos sobre contatos diretos com os perfis de carne se crescem em escala logarítmica. Em comum, todas as vítimas tiveram parte de seus bits degradados em consequência do stress informático decorrente da proximidade a tais seres imaginários.

(Anderson Leite)

Resultado de imagem para manuscritos mar morto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: